Esse Homem.

Olá Galera, espero que gostem de “Esse homem” está escrito por mim e está é a versão original…

***ESTE ESCRITO ESTÁ HECHO POR MI, PERO ESTÁ ORIGINALMENTE ESCRITO EN PORTUGUÊS, PRONTO SUBIRÉ LA VERSIÓN EN ESPAÑOL.***

Desde a janela, suspiro olhando a Banda passar cantando canções de amor… suspiro tanto que já esqueci a letra, por estar pensando nesse homem, que machucou meu coração. Estou com esse sentimento que todo o mundo odeia, esse quando o ser humano se sente no limbo, onde o coração e a mente estão numa confusão e não sabem se amar, odiar ou chorar… Aí onde um sabe que tem que fazer algo por sua vida para não ficar nessa indecisão total.
Há três meses que não sei de ti, você desapareceu como mais ninguém sabe fazer. Deixando-me sem nenhuma explicação. Ainda espero esperançada tua vinda, mais não chega… que mal é quando a gente dedica tempo para alguém e esse alguém não valora esse tempo que você lhe dava. Isso que sempre jurava estar aí e foi a primeira pessoa que se foi.

*************
– Túlio vais trabalhar hoje? – digo
– Vou, já te esqueces de novo – disse com um sorriso e fazendo-me caricias na cabeça como as crianças. Dou-me um beijo na boca.
– Você já o sabe…vai querer que te prepare café da manhã? – pergunto olhando para seus olhos com doçura e ele a responde.
-Não, como no trabalho – ele responde com um sorriso malicioso como se quisesse brincar para me molestar.
– Já conheço por onde vai e não vai conseguir, se quisesse comer em seu trabalho está bom. – digo fingindo felicidade e ele a nota.
– Oh, que raridade… – não deixo que ele terminasse a oração e falo.
– Vai chegar tarde ao trabalho…- Dou-lhe um sorriso de orelha a orelha.
– Não vá ganhar…- Dando-me um beijo e um sorriso malicioso – Te ligo quando saia, te amo.
– Está bom, Amor…- E ele sai pela porta.
************

Estou na minha cama, me lembrando e tentando me responder o porquê ele fez isso, porque se foi… ainda estou escutando a Banda que estão na praça e de momento me enfoco na letra da canção que inunda meu quarto.
“não havia motivos
para terminar
Eu tentei esquecer
mais, no entanto eu me lembro mais
Não se surpreenda se você vê um homem chorar” …
Minha mente viaja num mar de lembrança e emoções, me paro de golpe da cama e vou para o banheiro e decido me arrumar para ir à praça… continuo escutando a letra.
“e vou continuar esperando
até o dia em que eu morra
se Deus tira a minha lua, não me sinto mal
mas se ele me levar você, pega as estrelas”.
******************
– Túlio não seja estúpido, por uma vez em tua vida… em algum momento você vai ter que tirar todo esse ódio que tem em teu coração – respiro com muita raiva para continuar. – Como podes amar-me, se não podes amar-te a ti mesmo…- Ele continua olhando-me como uma criança reprendida – Não podes continuar assim, tem que trocar um monte de coisas e estás não faz nada. – estou tentando-me calmar para não lhe pegar da raiva que tinha.
– Lúcia, eu sei que tenho que fazê-lo, eu sei que tenho que fazer…- ao fim fala com muita raiva.
– Mais não faz Túlio… Você pode saber todo no mundo, mais não faz nada por sua miserável vida. Que merda você pretende com sua vida…? Queres um monte de coisas, mas essas coisas precisam trocar tuas formas de pensar e rutina, etc… que esperas? a que o outro século chegue. Não sei se possa esperar-te mais… – Explodindo da raiva, sempre disse a mesma coisa e não fazia nada e despois o olhavas que não podia com sua vida. Ele com uma raiva incrível – Vou esperar os séculos que se precisarem, já disse que eu sei que tenho que fazer. – Não sei que mais me dava raiva, se atitude dele ou que eu explodisse e ele faz como se nada estivesse acontecendo. Recolhe seu telefone e já sei que vai sair correndo como sempre faz e isso dá mais raiva. Olhando o que ele faz…
– Raridade, não vais fazer nenhum tipo de comentário, como sempre faz… – Fico calada, não é bom que siga falando, posso empiorar as coisas. – Vou trabalhar pela noite é melhor que se deite cedo, te veio depois… – Surpreendentemente me beija, mais esse beijo era com amor e uma raiva apaixonada. – Sabes que te amo… – Me disse com doçura. Assinto com a cabeça, mais não digo nada e o abraço.
Deixo a água cair e com isso a dor da tua partida…
“Sinto a dor profunda de tua partida
E choro sem que saibas que choro
Vem lágrimas pretas
Vem lágrimas pretas”. – Choro com raiva e decido sair e fazer algo por minha vida custe o que custe… Assim são o câmbio, vem quando um menos se imagina.
*********
– Não posso seguir esperando a que te decidas cambiar tua vida, não posso, não – Há dor nessas palavras já estava farta de seguir escutando promessas e que suas palavras do silencio me negassem ao homem que eu amava. Não, não esse orgulho, não que mata à alma e me o envenenava. Esse orgulho que não deixava que ele fosse o homem que eu tanto amava.
**********
Lembro-me que havíamos discutido uma vez mais por isso e ele fico tão chateado que se foi e daí não sei mais dele… desapareceu, nem seu trabalho sabem para onde ele foi. Ele não tinha nenhum tipo de contato perto para eu puder contatá-lo. Há passado três meses e nenhuma explicação.
***
26 de maio… Acordo-me e lembro, teu aniversário… Senti que algo esquisito havia acontecido em mim, mas não sei que é. Faz um bonito dia aqui em São Paulo, ainda me lembro de ti, esquisitamente já não tanto. 6 meses há cumprido de tua partida já a esperança tornou-se em desesperança, acho que hoje por fim vou dar por terminado este amor…já este amor se me há convertido numa rutina, onde meu céu se tornou escuro devido a meu desamor por tua partida. Eu tentei tudo o que estava nas minhas mãos e estive aí quando mais ninguém esteve, sempre falando a verdade deste amor… seja onde ele estiver, ele tem que saber que ele era todo para mim, mas um nunca sabe que vai acontecer no amanhã e eu acho que do amor que eu te guardava não sinto mais nada e embora seja difícil para mim, acho que é a realidade. Não posso seguir vivendo de lembranças prefiro verte na outra vida… Adeus amor.
Espero que fiques bem nesta vida, o sinto, mas agora é meu momento. Tuas lembranças só me deixam dor e já não queda nada para uma futura ilusão. É certo que eu te quero, mas prefiro curar cicatrizes, antes que continuar morrendo por tua partida que não me deixa nada, nem para viver…
Vou arruma-me para ir ao trabalho, já se me está fazendo tarde por estar pensando em esse homem que machucou meu coração…Saio do banheiro e estou me vestindo de saia preta com uma blusa branca. Vou me colocar os sapatos e escuto a porta… Fico boba, quem podia ser… 7 da manhã. Me paro da cama e me dirijo para a porta. Seguem tocando mais rápido.
– Vou, Vou – digo… Quem pode ser. Vou abrir a porta…
Não, não posso acreditar o que meus olhos vêm, fico boba por uns segundos…
-Posso entrar…- disse ele com muito medo, vergonha e triste…
– Diga-me algo que me doía…- digo sem pensar.
– Te amo e sou o pior homem do mundo- disse e dá um passo e corta o espaço entre nós.
Todos esses sentimentos que eu havia deixado atrais voltaram ao segundo de ele dizer isso. Não podia crer que era ele, o homem que eu amo…

[Fuente: https://forevereverevereverlove.tumblr.com/post/39473565076].

Anuncios

Mujeres en la literatura latinoamericana

Tarea#4…

Biblioteca:

  1. Montero, Oscar. “La Noche Prisionera: El Diario de Julia de Burgos.” The Night Prisoner: The Diary of Julia de Burgos., vol. 26, no. 2, Fall 2014, pp. 46–65. ~15pts.
  2. MEMORIA DE GÉNERO Y MUERTE AUTÉNTICA EN LA AMORTAJADA DE MARÍA LUISA BOMBAL: Discovery Service Para Universidad Del Sagrado Corazónhttp://eds.b.ebscohost.com/eds/command/detail?vid=1&sid=d0ae7a5d-a262-4e36-905c-ba2c7ef75834%40pdc-v-sessmgr01&bdata=JmF1dGh0eXBlPXNzbyZjdXN0aWQ9czUzMTY1MjUmbGFuZz1lcyZzaXRlPWVkcy1saXZlJnNjb3BlPXNpdGU%3d#AN=110779831&db=hlh. Accessed 18 Sept. 2018. ~15pts.
  3. Toledo-Keyser, Eugenia. “Serrano, Marcela. Diez Mujeres.” Letras Femeninas, no. 1, 2013, p. 224. ~15pts.

Fuera:

  1. Sabogal, Winston Manrique. “Escritoras de América Latina, al fin visibles.” El País, 22 Aug. 2015. elpais.comhttps://elpais.com/cultura/2015/08/20/babelia/1440066991_215311.html. ~14pts.
  2. Tele 13. “Las mujeres no escriben. Y cuando escriben, se suicidan: las escritoras latinas durante el Boom.” https://www.facebook.com/teletrece, http://t13.cl/noticia/tendencias/cultura/las-mujeres-no-escriben.-y-cuando-escriben-se-suicidan-escritoras-latinas-boom. Accessed 18 Sept. 2018. ~14pts.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

¡Bienvenida Oficial!

 

[ Fuente: @madeahalloween].

¡Hola Chicos!, Les escribe Yarelyz, este será mi blog como parte de la clase de Informática 103, en la Universidad del Sagrado Corazón. En este blog ( Un viaje entre cuatro paredes) encontrarán algunos trabajos por parte de la clase, algunos escritos realizados por está servidora, entre otras cosas… Espero que disfruten de ellos y puedan compartirlas en caso de que les guste. A partir de ellos daremos uno que otro viaje entre cuatro paredes que parten de mi.

Los textos necesariamente tienen que estar relacionados a mi persona, pero sí tendrán parte de mi en cada uno de ellos…

Espero que lo disfruten y les guste, nos leeremos pronto…

Yeyii.

Can I life without the Web?

 

[Fuente: https://reddit.com/r/gifs/comments/32safw/im_so_happy_were_out_drinking/]

Realmente no podría sobrevivir sin la Web… debido la horrorosa vivencia con huracán María, me di cuenta de que no podía vivir sin ella, puesto que todo lo que utilizo o procuro está en ella. Es donde mayormente confraternizo con mis amigos, leo mis libros y los busco, realizo mis trabajo… Cuando aconteció lo de María se había perdido la mayor parte del sistema de comunicaciones de Puerto Rico, sentí una gran angustia por no poder comunicarme con mis amigos y familiares más cercano, pero por lo menos fue por poco tiempo… sería algo terrible para mi sí ocurre de nuevo. Adicción a Internet y las tecnologías.

Attendre

[Foto: Attendre, Jean François – Un jour, u, Licencia CC]

La Web es realmente importante para comunicarnos entre nosotros, pero todo con la debida precaución… La importancia del buen uso del internet.

[Video por:Beatriz San Millán]

[editado:10:28p.m.]